Blog

5 histórias de perrengues no carnaval com dicas para você não viver nenhuma delas esse ano

Seguindo com a nossa onda de posts carnavalescos da temporada, o blog post de hoje é um pouco diferente do habitual. Não vai ter chuva de lookinhos, nem dicas de beleza. Não vamos falar sobre a nossa atual girl crush, nem te ajudar a fazer mala de viagem.

Hoje, vamos abrir o arquivo confidencial de Victória e Paula e contar 5 histórias de perrengues que já vivemos no carnaval, para tentar te ajudar a evitar passar pelos mesmos perrengues chiques esse, e nos próximos, anos.

Não são histórias incríveis mas são 100% verdadeiras e talvez por isso você vá se identificar com alguma delas. Caso isso aconteça, ou você lembre de algo que já te fez passar perrengue no carnaval, conta a sua história na caixinha de perguntas que deixamos nos stories do insta. Pois nós também queremos tentar evitar passar sufoco, pelo menos esse ano kk. Já dizia a professora, a história da amiguinha pode ser a precaução da outra. Ou quase isso 🤪.

Então senta que lá vem história:

Vamos começar com uma bem recente. No carnaval de 2019 eu e mais alguns amigos decidimos desfilar junto com as escolas de samba no sábado de carnaval. Você deve achar que o perrengue já começou aí mas na verdade foi tudo bem tranquilo e bem divertido. O sufoco só começou quando acabou nossa vez de desfilar e queríamos ir embora, mortos de fome e ainda bêbados, para casa ou algum restaurante. Tentamos chamar um Uber. Nada. Tentamos chamar um 99taxi. Nada. Tentamos chamar um táxi comum. Nada. Tentamos nossos outros amigos. Nada (todos muito longe dali). E assim ficamos presos na beira da rodovia ao redor da passarela de samba aqui de Floripa por um bom tempo. No fim decidimos ir a pé e andamos cerca de 5km com aquelas sapatilhas de fantasia nada confortáveis e ainda mortos de fome. No nosso caso, 5km não é pouco mas também não é muito, deu pra fazer isso. Imagina se fossem 10km? Por isso hoje eu digo: tenha um modo de locomoção preparado para voltar antes de ir.

Essa já tem mais tempo, mas me fez aprender a valiosa lição de não deixar tudo para última hora. Especialmente quando você tem uma festa a fantasia que já sabe que vai há semanas e deixa para decidir a fantasia no dia da festa. Claro que os motivos foram vários além da procrastinação, mas o caso foi que eu dei uma leve surtada em, obviamente, não encontrar nada em cima da hora. Deu branco até na hora de pensar em ideias improvisadas. No fim eu consegui transformar uma camisa em saia, fiz 2 trancinhas no cabelo e listras na cara e fui de militar. Deu certo, mas só porque já eram 20h da noite e Jesus apareceu na causa mesmo.

Nunca esqueça de conferir tudo que tem na bolsa antes de ir a festa e retirar itens desnecessários. Essa lição vem de um carnaval em que eu fui em uma festa fechada bem no centro da cidade, no meio da muvuca mesmo. Até ai ok. O problema foi que quando finalmente chegamos, eu fui barrada na entrada porque tinha esquecido um vidro de perfume dentro da bolsa e não podia entrar com líquidos mesmo que bem fechados. Como eu não queria de jeito nenhum perder o perfume, tive que ligar para amigos que moravam próximos dali para ver se tinha alguém em casa para ficar com ele e eu poder entrar na festa. Pensa no rolê pra conseguir despachar o troço. No fim deu certo mas eu perdi um bom tempo de festa só por não ter olhado a bolsa antes de sair. Pelo menos eu não perdi o perfume kkk.

Pode entrar Paula Salum: é uma história curta, mas de sofrimento. Estávamos eu, meu namorado e nossos amigos no maior bloquinho de Floripa (que ocupa praticamente todo o centro histórico da cidade) belos e formosos, quando eu e mozão tivemos a brilhante ideia de voltar até a casa de um amigo nosso, que não era muito longe, para pegar mais bebida. Pensa numa ideia ruim. Agora multiplica pelo infinito vezes o tamanho do universo e isso não chegará na metade do quanto essa ideia foi um lixo. Levamos 30min para fazer A PÉ o caminho que se faz em 5 min, isso nos levou até metade do nosso destino, desistimos, voltamos para nossos amigos (+20 min nessa brincadeirinha), ficamos mais 30 min no bloquinho, fomos embora. Resumo da história, não seja idiota, fique com o seu grupo durante todo o bloquinho, não tente fazer grandes caminhadas (nem pequenas de preferência) em meio a multidão. Escrevendo assim parece tão óbvio, mas na hora realmente pareceu uma boa ideia.

Por último mas não menos importante. Uma história que não aconteceu no carnaval mas poderia muito bem ter sido, por isso vale ser mencionada. Eu e mais 2 amigas decidimos ir a uma festa estilo micareta, em que todos usam abadá e ele funciona como o ingresso da festa. Nos arrumamos. Fomos pro esquenta. Chegamos na festa e: cadê os ingressos? Mas que ingressos? Nós tínhamos ganhado os ingressos para a festa e por isso jurávamos que só tinham nos dado os abadás e que aquilo seria o suficiente. Não foi. Ficamos mais de 1h na entrada implorando pra moça nos deixar entrar e tentando contatar quem tinha nos dado, tudo sem sucesso. Até que a recepcionista disse que ia chamar um responsável da festa para nos auxiliar (ou seja, nos mandar embora). Nesse momento, já quase aceitando a derrota, chega o tal responsável. Era um amigo meu da faculdade. Eu nem acreditei quando vi. Como ele nos conhecia acabou nos ajudando e nos colocou pra dentro. Somos eternamente gratas. No dia seguinte em casa olhando a sacola onde estavam os abadás da noite anterior, adivinha? Os 3 ingressos esquecidos. Por isso meninas, confiram 2x se estão com todos os ingressos necessários AND identidades. Obrigada, de nada.

Eu ia fazer uma lista com mais algumas dicas valiosas para festas de carnaval, baseado nessas e outras incríveis experiências próprias e de amigas mas o post já grande demais. Por isso, a lista vai ficar para o próximo post.

E se a gente montasse a lista juntas? Com dicas enviadas por vocês além dessas duas meninas por trás deste site? Fica aqui a sugestão e a caixinha de perguntas nos stories para você enviar a sua dica valiosa e nos ajudar a montar essa lista. E se essa ideia flopar nunca existiu.

Nos vemos no próximo post!

Gostou desse conteúdo?

Então com certeza vocês vai gostar da nossa Newslleter quinzenal!

Lá rola desabafos, conversas e um montão de indicações de coisas legais!

Lojinhas para acompanhar

Olá terráquea, trago notícias inéditas. Pela primeira vez na história deste blog um post será sucinto, resumido e objetivo. Vocês nos pediram (algumas vezes já

Ler post completo »

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Close Bitnami banner
Bitnami